quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

... VERSÃO PACIÊNCIA ...

Eu creio que uma das maiores virtudes terrenas, além de qualidades essenciais do ser e sentimentos bons, é a paciência. Com a tal calmaria, chegamos a qualquer lugar, porque teremos o prazer de ,ser for necessário, esperar.

Ultimamente estou indo a uma dermatologista, por conta de umas manchas na pele que venho tendo, só que marco as 16h30 e só sou atendido as 18h00. Por alguns momentos eu tenho vontade de invadir o consultório da mulher e perguntar se ela está com algum problema, mas daí lembro do mantra mágico para 2009: “Vitor, paciência! Paciência, Vitor. Paciência.”. Não importa que eu leia todas as revistas da recepção, não importa que veja novamente aquele filme na Sessão da Tarde, penso logo que, se a doutora demora é porque é uma boa profissional, que quer ouvir seus pacientes, que quer saber detalhar o que vê, que tem capacidade de dar atenção aquele ser que ali está.

Entretanto, não podemos ser pacientes passivos. A paciência é virtude em casos da vida, da rotina e corriqueiro, mas no mundo, na política, na ética... Em nenhum desses momentos podemos ser assim, passivos. Temos de ser enérgicos sobre os nossos direitos, ser austeros a favor de nosso país, ativos em prol de querer a transparência. A paciência passiva é falta de interesse ou total ignorância, a paciência passiva é dislexia moral, da realidade e do mundo onde vivemos.
Sejamos pacientes em situações necessárias, descartemos um mal entendido por pouca coisa, ou um estresse por momentos de espera, mas sejamos firmes e fortes em prol da sociedade, da proteção ao ser humano, e nesse caso jamais fingir ter paciência.
"Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência.
O mundo vai girando cada vez mais veloz
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência."

2 comentários:

Diego?Glommer?Chuck? .? disse...

Cara, a paciência é uma virtude mesmo...

Eu sou um caso a parte em relação a isso, pois passo a ideia para a maioria das pessoas que sou bem calmo e paciente. Mas na verdade sou bem ansioso.

Principalmente ao esperar algo, seja um ônibus ou seja o médico como no seu caso.
Eu gostaria de ter mais paciência... isso é fato. Para poder aguentar melhor essa vida tumultuada.


P.S.:Muito obrigado pela atenção que vem dando ao meu blog. Fico muito feliz por isso e grato pelos seus comentários.


Abraços.


http://marmotatomica.blogspot.com

Ananda disse...

Eu era impaciente. Muito impaciente.
Agora já sei me controlar mais.
Apesar de odiar ficar esperando na fila de um banco, do médico, da loteria...Mas o que seria de nós seres humanos brasileiros sem a paciência? Seriamos um bando de eminhos.




http://opniaoinutil.blogspot.com/